PENSANDO

PENSANDO

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

O SÉTIMO SELO


Recebi uma carinhosa correspondência da Mary Joe, que alias já estava sendo aguardada e nela havia uma ansiosa mensagem em vermelho pelo lado de fora, dizia “ Preste atenção no selo “.
Como eu estava saindo de casa e minha filha é quem havia pegado a correspondência não tive tempo de ver direito na hora, apenas rasguei a lateral do envelope na rua mesmo, conferi o conteúdo e pedi para minha filha guardá-lo.
Quando voltei fui olhar o selo... meu pai do céu... fiquei pasmo... havia uma selo oficial sobre Minas Gerais e junto a ele no mesmo picote um selo com a imagem da Drogaria São Benedito de Jacinto-MG, Vale do Rio Jequitinhonha e na porta, alias entre as portas... pasmem... o maridão Alan.
Pensei, a Mary ficou louca, esta falsificando selos e ainda por cima colocando a foto do marido no selo. Essas impressoras HP estão cada dia mais fantásticas, mas... e os picotes?
Como ela conseguiu fazer os picotes. Teria feito um a um com uma agulha grossa sobre uma manta de E.V.A. ???? Teria usado um estêncil para aplicar ácido cloridrico com magnésio sulfatoso caustico reforçado com hexaclorofeno para corroer o papel com perfeição e produzir os furinhos??? Teriam sido as meninas???
Comentei para minha roda de amigos sobre o mistério dos picotes.
Todos concordaram que a HP poderia sim ter perfeitamente impresso os selo com uma igreja barroca numa banda e a farmácia com o Alan na outra banda, mas os picotes é que eram o caso.
Alguém elucubrou: Ela pó ter terceirizado... ohhhhhhhhhhhh!!!
ou, Aplicou cristais e minérios de São Thomé das Letras sobre o papel... ohhhhhhhhhhhhhhhhhhh!!!!!!!!! ou, Usou uma faca lazer... ohhhhhhhhhhhhhhhhhhh!!!!!!!!! ou, Comprou na 25 papel picotado para falsificação de selo no setor de bricolagem de algum Armarinho... ohhhhhhhhhhhhhhhhhhh!!! Não atinamos.
Não haviam universitários para nos ajudarem, sartamos...

De qualquer modo, envolto pelo mistério, não deixei de sentir a profunda emoção que é receber aquilo que se espera como certo, mesmo que sejam dois singelos calendários e um almanaque de farmácia transformados por um toque de mágica em algo precioso e sem preço, que em si contenham uma carga gigante de afetividade e carinho de alguém ao mesmo tempo tão distante é tão presente. Para tantas pessoas eu dou tanto de mim e recebo nada em troca e muitas vezes sou alvo de desfeitas e injustiças, mas Mary lá tão distante, com um gesto aparentemente tão simples – mas que não é, ah, não é mesmo, me faz perceber o mundo elevado que existe no interior de poucos, ela consegue com naturalidade e honestidade fazer amigos por este mundo afora, mesmo vivendo numa região descentralizada que não é prá ela obstáculo nenhum, consegue transformar com seu modo de vivenciar as amizades, em um centro absoluto e invejável de troca de opinião, informações, cultura, estímulo, atitudes e fraternidade .
Mary e Alan expliquem agora como vocês conseguiram ser tão fundamentais e exemplares e como conseguiram fazer os picotinhos no selo.
Adoro vocês.

3 comentários:

Mary Joe disse...

Vitório, só hoje li seu texto e estou aqui emocionada com seu carinho...
O selo não foi feito por nós. A gente pode encomendar nos correios selos personalizados. Eles são feitos em Brasília no mesmo lugar onde são feitos todos os selos. Aí passamos a ter um selo comemorativo, junto a um normal de porte.

Gosto muito de vc e da nossa amizade, e gosto de pensar que se estamos emocionalmente perto, naõ faz diferença se estivermos (como estamos agora) em estados diferentes, ou se algum dia nos vermos em países diferentes também poderemos seguir a vida juntos.
Para mim é o que importa.
Beijo carinhoso
Mary Joe

Nivaldo disse...

Confesso que também recebi uma postagem igual a essa!!
Achei muito interessante, e fiquei pensando, como será que ela fez para faer isso no selo, tenho comigo isso.
Um calendário de 2011 muito bonito, e que tenho pendurado com maior carinho e guardado até hj, pois tive um grande prazer de conhecê-los pessoalmente, e confirmaram comigo a nossa amizade.


Pode ter certeza, que pode acabar o ano, mas vou guardar este calendário, como uma relíquia, rsrsrs

Andréa disse...

Q maravilha!!!

Abs à todos
Andréa