PENSANDO

PENSANDO

domingo, 4 de outubro de 2009

ENQUANTO ESPERO...

Sentado à beira do caminho.
Enquanto espero o ônibus certo.
Ou a carona que me faça economizar.
Meus poucos e últimos trocados.
Penso.
E penso na obra que tenho por fazer.
Queira ou não queira.
Porque a vida segue.
E segue arrastando a todos.
Para um lugar de glória.
Ou para um compartimento escuro.
No fundo da consciência.
Onde somos nossos próprios torturadores.
A tentar arrancar-nos a verdade.
Do por quê não fizemos direito.
Por quê não vencemos direito.
Por quê aceitamos perder aquilo que era nosso.
E sentadinho, calmos e passivos.
Eu, minhas hemorroidas e minha obra.
Pensamos.
Na razão de sermos reféns.
De nós mesmos.
Por uma vida inteira.

Um comentário:

Lu Bertoni disse...

Olhando a foto Vitório, não pude deixar de pensar na "teoria da casinha do pensamento"
Foi inevitável...