PENSANDO

PENSANDO

terça-feira, 4 de agosto de 2009

ATITUDE.

O termo atitude ganhou tradução e uma dimensão elaboradissima.
Antes queria dizer apenas algo como: tome um providência sobre tal coisa.
Hoje dentro dos diversos guetos significa o oposto de vacilão, ou como aquele programeto do Bamerindus aos sábados antes do Jornal Nacional: Gente que faz.
Ter uma atitude é ir a luta e fazer aquilo que precisa e deve ser feito.
Uma pessoa de atitude é uma pessoa respeitada acima de tudo por sua iniciativa para as coisas de forma positiva. Alguém que não espera acontecer, que é agente das mudanças, que não se intimida diante das situações e das pseu-autoridades.
Uma pessoa com atitude sabe quem ela é, detém um tipo de auto-conhecimento , não tanto no aspecto mental, mas mais na sua capacidade de reação às adversidades. E nessas horas, de sangue frio, tem as tais atitudes adequadas para sair das dificuldades. Se quer uma exemplo assista a um dos filmes : Duro de matar ( 4 opções ), lá o mocinho é pleno em atitude, ele nunca desiste, ele corre atrás de soluções por mais absurdas que possam parecer o tempo todo, e vence, se lasca mas vence. Ele se machuca todo, mas não tem medo de pequenos ferimentos ou de alguns tiros não fatais que sempre leva. O vislumbre da solução é superior ao risco nela contido. E ele conta com uma enorme margem de risco em todas as soluções que encontra. Isso é um aspecto importante, ele conta com uma dose certa de sofrimento para obter a solução desejada. Sabe que não haverá solução sem um volume aceitável de perdas e danos.
Mas sua atitude o faz ir em frente sem medo dos arranhões, ciente da dor ela se torna melhor.
Quem diria que dos guetos aparentemente incultos surgiria uma definição tão perfeita como essa.
Atitude, bom saber o que é, e bom ter sempre.

5 comentários:

Mary Joe disse...

Vitorio, adoro o conceito de atitude da forma como vc coloca.

Sempre penso que alguém tem que pegar a picareta e abrir o caminho do túnel, para que a humanidade possa passar.
Nunca é simples, nunca é fácil. Mas quando dá certo, em geral é maravilhoso.

Maria Margarida disse...

Olá, Vitório. Estou estreando no seu blog (indicadíssimo pela Mary) em um momento muito especial. Gostei muito da sua abordagem sobre atitude, pois estou em um daqueles momentos que o herói está meio sem forças. E como a Mary disse, com a picareta na mão sentindo a dureza da rocha. E você lembrou bem das perdas e danos necessárias. Valeu.
Parabéns pelo blog. As imagens são maravilhosas.
Abraço,
Margarida

Vitorio disse...

Margarida
Olá e bem-vinda
Eu também dou minhas balançadas, alias mais balanço que avanço.
Ser heroi e ter atitude é prá poucos e eu não sei dereito qual o caminho, mas estou descobrindo e contando aos pouquinhos.
Obrigado pela postagem
Um carinhoso abraço.

Vitorio disse...

MaRy JoE
Certissima, somos os picaretas.
Acho que não era bem isso que eu queria dizer.
Bjs.

Francisco disse...

O importante é não desistirmos, e ir sempre a luta.
E creio que os picaretas sejam aqueles do nosso presidente...