PENSANDO

PENSANDO

quinta-feira, 5 de março de 2009

FILHOS CRESCEM

E os pais estremecem.
Hoje sai com minha filha para ir trabalhar na escola onde ela começou seus estudos, ela sempre quer ir comigo até lá para ver os professores,ver como andam as coisas, por a conversa em dia e ser elogiada... ela pensa que eu não sei. Ela esta da altura de suas ex-professoras no topo de seus atuais 11 anos. Acho que chega chegará fácil aos 1,80 metros. Mas a cabeça já foi prá frente, ela me disse: não posso te ajudar com isso senão estrago minhas unhas. Unhas, que unhas, você já tem unhas? Antes de ontem ela perdeu um dente de leite. Parece que esta tudo encavalado e acontecendo ao mesmo tempo. Eu por via das dúvidas passei a quadriplicar a atenção que dou a ela, pelo simples fato de que logo-logo já estará longe de mim, por vontade própria. Portanto se quero aproveitar a convivência é agora.
Iste é lado ruim, eles crescem, ficam ranhetas e somem. E não há como evitar isso.

Um comentário:

Creuza disse...

Doi,Demais...
Doi por amar ,demais...
por proteger,demais...
Doi por viver por eles...
esta dor que todos pais vivem com o crescimento dos filhos esta ligada a nossa continuidade...esta ligada ao medo de perder a nos mesmos ,este não precisar de nos,mostra-nos a proximidade de precisarmos deles...e da provavel inversão de papeis!!!!