PENSANDO

PENSANDO

quarta-feira, 11 de março de 2009

TENHO MÊDO DO MAR.


Adoro o mar, mas morro de mêdo dele. Nem filme de naufrago assisto mais. Acho maravilhoso ficar olhando do lado de fora. Já de dentro é sofrimento puro.

Um comentário:

Creuza disse...

sempre falo que não há no mundo algo tão pleno,tão indescritivelmente belo como o mar...cada um tem uma sensação diante de sua magnitude... de completa paz,de beleza ,de extase,de medo...são as sensações que sempre surgem diante do inexplicável, do que foge ao nosso controle,do que nos torna impotente,fragil e suscetivel ... o mar,com suas agitações e calmarias,cores e beleza nos desperta prá tds esta infinitas sensações.